Santuário Nacional de Aparecida, em São Paulo, recebeu mais turistas do que a Torre Eiffel

Ministério do Turismo

O Santuário católico brasileiro recebe mais turistas do que a Torre Eiffel Em 2014, a segunda maior igreja do mundo, a Aparecida do Norte Sanctuary no Estado de São Paulo, recebeu mais de 12 milhões de visitantes. Isso é quase o dobro do número de pessoas que visitaram a Torre Eiffel, em 2013, de acordo com dados da pesquisa Euromonitor International, divulgado no mês passado durante WTM América Latina, em São Paulo. Recentemente, alguns de 7,7 milhões de viagens domésticas foram feitas por razões de fé, de acordo com estimativas do Ministério do Turismo.

O fato de que o Brasil tem o maior número de católicos no mundo, representando cerca de 12% da população católica do mundo, de acordo com dados do Vaticano, ajuda a explicar a importância do turismo religioso no país. Em termos numéricos, há quase 137 milhões católicos no Brasil - quase toda a população da Rússia. Bem como a Aparecida do Norte Santuário, existem muitos outros locais que acolhem um número significativo de visitantes.

Quase 2,5 milhões de peregrinos visitaram a cidade de Juazeiro do Norte, no Ceará Sate, no Nordeste do Brasil, em 2011. Em todo o mundo, patrimônios religiosos são importantes destinos turísticos, atraindo entre 300-330000000 turistas todos os anos, de acordo com estimativas da OMT (Organização Mundial do Turismo). Bem como impulsionar a economia das localidades e países visitados e dar acesso a novas culturas, turismo religioso contribui para o aumento da tolerância, do respeito e da compreensão mútua através da interação entre os visitantes e as comunidades que os acolhem.

A escolha de um papa latino-americano, o Papa Francis, em 2013, também contribuiu para o interesse renovado entre os católicos em visitar lugares religiosos.

Tal é o caso com as ruínas jesuíticas no Rio Grande do Sul, incluindo São Miguel das Missões, perto Argentina - Património Mundial da UNESCO e de casa para o pontificado Católica. Em 2013, o Brasil sediou o Dia Mundial da Juventude, na presença do Papa, um mega-evento que trouxe 671 mil turistas em conjunto, dos quais 212.000 eram internacional. Turismo religioso não é meramente restrito aos católicos, no entanto.

A ascensão de outras religiões também tem atraído visitantes de outros lugares religiosos, como é o caso com as religiões que se originaram na África, como Candomblé, e os cristãos evangélicos. De acordo com dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o número de cristãos evangélicos tem aumentado nos últimos anos; compreendendo 42 milhões de pessoas, ou 21% da população em 2010.

A WTM Latin America 2015 Trend Report, divulgado pelo Euromonitor, destaca que, embora o número de religiões afro-brasileiras, como a Umbanda e Candomblé, é muito menor, tem havido um aumento da sua presença entre a classe média brasileira.

O mesmo relatório projeta um aumento de 4,4% no setor de turismo na América Latina entre 2013 e 2018, superior à média mundial para o mesmo período, estimada em apenas 4%. De acordo com um estudo realizado em 2013, a América Latina registrou um total de 84 milhões de chegadas, o que representou um aumento de 3% em relação a 2012. Mais: Tourist Board Brasil Turismo Religioso Embratur brasileiro Vicente Neto Presidente da Embratur


Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade